segunda-feira, 31 de julho de 2017

Momento da passagem de um ente querido para o plano superior.


Salve, salve aí galerinha do BEM, hoje venho falar de algo triste.
Quando um ente querido da gente faz a passagem para o outro plano, nossa primeira reação é chorar.
Não nos atentamos para o fato de que lágrimas causam dores ao espírito que está tentando partir, e queremos mais um momento com aquela pessoa.
Na vida temos várias suposições, mas a única certeza real é de que à partir do momento em que vencemos a luta pela vida e encontramos o óvulo de nossa mãe, temos data de validade.
Muito triste, dizer isso, realista demais, pretendemos que a vida na terra dure para sempre, pretendemos que no mundo não tenhamos que nos separar de ninguém.
Mas e os que já partiram? Será que eles também não nos estão esperando lá do outro lado?
Será que eles não anseiam nossa partida, para nos reencontrar?
Meu coração hoje está enlutado, pois alguém por quem eu tenho uma grande estima deixou esse plano.
Lágrimas não podem expressar essa saudade, que apesar de eu não ver minha amada tia com frequência, sabia que ela estava aqui e bem.
Porém, no fundo eu sei que ela está bem, mas meu coração egoísta, como de todo ser humano encarnado na terra, lamenta demais a partida dela.
É uma pena que com tantos anos de humanidade, nós ainda não consigamos de fato aceitar a passagem de um ente querido.
Uma pena que sejamos tão egoístas a ponto de não conseguirmos enxergar, que a vida não acaba aqui.
Dói nesse momento, mas amanhã será uma doce lembrança, de alguém que fez muita diferença, de alguém que foi tão guerreira, como eu jamais poderei um dia ser.

Siga em paz minha tia querida, rogo a Deus que lhe envie aqueles que nos antecederam para lhe mostrar o caminho da luz e da paz no plano superior, que somente àqueles que viveram na justiça e com o coração altruístas podrão alcançar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário